EUA podem proibir membros do PCC de entrar no país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governo Donald Trump está considerando uma proibição maciça de membros chineses do Partido Comunista e seus familiares de entrar nos EUA, informou o The New York Times.

Referindo-se a pessoas familiarizadas com essa proposta, o jornal escreve que essa etapa quase certamente provocará retaliação contra os estadunidenses que desejam entrar ou permanecer na China.

Segundo o jornal, a proclamação presidencial, que ainda existe na forma de um rascunho, também pode permitir ao governo dos Estados Unidos retirar vistos de membros do partido e de suas famílias que já estão no país, o que levará à sua expulsão.

Algumas das formulações propostas também visam restringir as viagens de membros do Exército de Libertação Popular e chefes de empresas estatais, embora muitos deles provavelmente também sejam membros do partido.

Os detalhes do plano, descritos por quatro fontes familiarizadas com as discussões, ainda não foram finalizados, e o presidente Trump pode rejeitá-lo, admitiu o NYT.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit