EUA adverte cubanos em meio a protestos para não emigrar por mar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O secretário de Segurança Interna dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas, alertou os potenciais migrantes de Cuba e do Haiti na terça-feira a não tentarem chegar ilegalmente aos Estados Unidos por mar, alertando que a viagem era muito perigosa e que eles não teriam permissão para entrar.

Suas declarações vêm justamente quando Cuba vive um momento histórico desde o dia de protestos inusitados no último domingo, que deixou dezenas de detidos em um país onde não é permitido questionar as próprias políticas públicas.

Cuba foi protagonista de vários êxodos massivos desde o triunfo da revolução liderada por Fidel Castro em 1959. A maioria deles foram irregulares por mar.

"Deixe-me ser claro: se ele for para o mar, não entrará nos Estados Unidos", disse Mayorkas em entrevista coletiva. “Não vale a pena correr esse risco [...] Não arrisque a vida tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos”, reiterou.

Mayorkas afirmou que os oficiais da Guarda Costeira estão monitorando por avião e não viram um aumento no número de migrantes desde a agitação em Cuba e o assassinato do presidente haitiano na semana passada.

Notícias relacionadas

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit