EUA: 84% consideram a mídia "crítica" para a democracia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Bandeira dos Estados Unidos
Outras notícias sobre os Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos

Um estudo recente da Gallup Company mostrou a crescente desconfiança da mídia na América. Oito em cada 10 estadunidenses — tanto republicanos quanto democratas — acreditam que há um viés político em sua cobertura jornalística. No entanto, de acordo com a pesquisa, muitos americanos acreditam que a mídia desempenha um papel fundamental no controle do poder.

A esmagadora maioria dos americanos (84%) considera a mídia "crítica" para a democracia. 92% dos entrevistados acreditam que as informações divulgadas devem ser precisas, os telespectadores e leitores devem ser informados sobre o que está acontecendo e os políticos devem ser responsabilizados por suas ações.

“Descobrimos que, apesar dessas aspirações elevadas, há uma lacuna crescente entre o que os americanos esperam da mídia e o que pensam que obtêm dela. Vimos um declínio na confiança da mídia ao longo das décadas. Isso se deve em grande parte a uma crescente percepção de preconceito relacionado às preferências políticas das organizações”, disse John Sands, codiretor da Fundação Knight.

De acordo com o relatório, a mídia é criticada muito mais do que qualquer outra instituição social nos Estados Unidos, com exceção do Congresso. Ao mesmo tempo, 44% dos estadunidenses dizem que os ataques à mídia não são justificados.

“Os americanos tendem a pensar que a mídia é alvo de ataques de políticos. E isso… contribui para a vulnerabilidade que os americanos veem na confiabilidade das notícias. Mas as pessoas discordam sobre se esses ataques políticos à mídia são justificados e não está claro para eles se a mídia merece as críticas políticas que recebem”, disse Sands.

Os jovens estão cada vez mais céticos sobre a mídia tradicional, de acordo com a pesquisa. A pesquisa indica que a internet se tornou a fonte dominante de notícias para os jovens. Dito isso, eles acreditam que a desinformação na internet é um dos maiores problemas. Essa é a opinião de 78% dos entrevistados. 73% gostariam que as grandes empresas de internet encontrassem maneiras de bloquear informações falsas.

Os dados da pesquisa mostram que os estadunidenses acreditam que a mídia tem alguma responsabilidade pela divisão política do país: 96% dos entrevistados pensam assim.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com