Diretor da Abin pede demissão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

Brasil • 14 de julho de 2005

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O delegado brasileiro Mauro Marcelo de Lima e Silva, diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) pediu demissão na noite de quarta-feira (13).

Sua demissão veio após ele ter enviado uma carta para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o suposto escândalo dos Correios Brasileiros. Na carta ele chamou a CPI de "picadeiro" e os parlamentares de "bestas feras".

Os parlamentares integrantes da CPI e o Presidente do Senado Federal Brasileiro, Renan Calheiros, reagiram e protestaram contra a declaração do diretor da Abin.

Agentes e ex-agentes da Abin estão a ser convocados para prestar depoimento para a CPI dos Correios. A Abin foi acusada pelo deputado Roberto Jefferson de ser usada por setores do governo brasileiro para espionar empresários e políticos com o intuito de extorqui-los depois.

A Abin nega as acusações e alega que o depoimento público de seus agentes, cujas identidades deveriam permanecer em segredo, prejudica a organização.

Ver também

Fontes