Declarações grosseiras de Maradona a jornalistas em Montevidéo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de outubro de 2009


A Argentina assegurou a sua classificação à África do Sul 2010 ontem ao derrotar a seleção do uruguaia pela mínima diferença de um gol a zero em Montevidéo. Ao término da partida, o técnico argentino, Diego Armando Maradona, participou de uma coletiva de imprensa onde criticou duramente os jornalistas que haviam desvalorizado seu trabalho como treinador da seleção argentina.


Tenho memória. Ao que não cria, aos que não creram, com perdão das damas, que a chupem e que sigam chupando. Eu sou branco ou negro, eu não vou ser cinza na minha vida. Vocês me trataram como me trataram. Sigam mamando
Diego Maradona, técnico da Argentina


Obviamente as reações foram rápidas, suas palavras foram centro de discussões nos programas de rádio e televisão de seu país. O deputado Francisco de Narváez qualificou de "vulgar e grosseira" as declarações de Maradona aos jornalistas, já que ele possui um cargo que representa aos argentinos, declarou.

A polêmica se estendeu a todos os programas matutinos, esportivos e jornalísticos. Enquanto que os jornais internacionais em suas versões digitais, também criticaram as frases do treinador, onde uns leitores o apoiam e outros o criticam.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati