Covid-19: no Brasil, mais de 80% dos pais querem vacinar os filhos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

20 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O estudo VacinaKids, realizado pelo Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), revelou que mais de 80% dos pais querem vacinar os filhos menores contra a covid-19. A pesquisa foi feita através de questionário on-line com 15.297 pessoas.

Os resultados do estudo mostraram que os pais com mais dúvidas são os de crianças de 0 a 4 anos, com 16,4% mostrando hesitação, contra 12,8% dos pais de crianças entre 5 e 11 anos. "A disseminação de notícias falsas (fake news) contribui para a hesitação vacinal infantil, por isso, as questões precisam ser analisadas e devidamente esclarecidas", diz o texto divulgado pela Fiocruz.

Um resultado parecido foi divulgado pelo Data Folha, que reportou que 79% dos brasileiros apoiam a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19.

A vacinação de crianças de 5 a 11 começou esta semana no Brasil e inicialmente está destinada aos pequenos com doenças pré-existentes.

Vacinação não é obrigatória

A vacinação das crianças de 5 a 11 anos de idade não é obrigatória no Brasil, ao menos por enquanto, e o Ministério da Saúde recomendou que os pais ou responsáveis, que deverão acompanhar a criança durante a vacinação ou enviar um Termo de Consentimento, procurem orientação médica antes da decisão. No entanto, o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) já se manifestou contra a necessidade da prescrição médica e diversos governos estaduais já anunciaram que não pedirão o documento.

Notícias Relacionadas

Fontes