Covid-19: governo de Moçambique decide manter medidas de prevenção

Fonte: Wikinotícias

21 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo de Moçambique decidiu manter as medidas de prevenção e contenção da covid-19, que já vigoram no país, por mais 30 dias. O anúncio foi feito ontem pelo Presidente da República, Filipe Nyusi. Segundo Nyusi, as medidas ainda são necessárias devido à "evolução gigantesca e preocupante" da taxa de novos casos de covid-19 no país, que subiu de 0,4% para 24,5% nas últimas quatro semanas.

No entanto, haverá algumas exceções: nas noite de 24 a 25 de dezembro e na noite de 31 de dezembro a 01 de janeiro o "toque de recolher" fica suspenso "para permitir que as famílias possam comemorar estes momentos em comunhão".

No dia 17, Nyusi já havia instado os moçambicanos a reforçarem as medidas de prevenção devido à ameaça da quarta onda da pandemia, pedindo, principalmente, para que as pessoas se vacinem. Até agora, apenas 24% dos moçambicanos foram vacinados com ao menos uma dose, uma taxa bem inferior ao Brasil, por exemplo, que alcança 77%.

Notícias Relacionadas

Fontes