Covid-19: México ultrapassa Índia no número de óbitos e assume 3º lugar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Com mais de 3 mil mortes nos últimos dois dias, o México assumiu o 3º lugar no ranking de mortes por covid-19 do Worldometer, com uma cifra de 155.145 fatalidades. O total de infectados já chega a 1.825.519, dos quais 1.376.073 já estão curados.

O que surpreende é a Taxa de Letalidade, que é de cerca de 11% (o que significa dizer que de cada 100 pessoas infectadas, 11 morrem). No mundo todo, esta taxa é de cerca de 2% (cera de 2 milhões de óbitos para cerca de 100 milhões de infectados).

Esta discrepância pode indicar não que o vírus seja mais letal entre os mexicanos, mas que faltam testes para detectar mais casos de contaminações.

Já na Índia, agora em 4º no ranking de mortes, o caso é o contrário: o país tem uma Taxa de Letalidade de apenas 1,4%. No entanto, longe de ser positivo, o índice pode indicar que os doentes sequer chegam aos hospitais para serem testados, acabando por morrer em casa sem ter o diagnóstico incorreto. Em julho passado o advogado Hemant Gulati disse ao India Express: "Sempre que um paciente covid-19 vai a um hospital, o hospital diz que não há leitos disponíveis, portanto, ou os hospitais não estão notificando os dados corretamente ou o governo não tem controle sobre o funcionamento dos hospitais".

Em agosto, o advogado falou ao India Today que semanas antes recebia cerca de 100 ligações por dia de pessoas se queixando da falta de leitos hospitalares para tratamento da covid.

A nação asiática tem hoje um total de 10.720.971 infectados, o que a uma taxa de 2% elevaria os óbitos para mais de 200 mil.

Os cinco países com mais mortes

  1. Estados Unidos: 443.769
  2. Brasil: 221.676
  3. México: 155.145
  4. Índia: 154.047
  5. Reino Unido: 103.126

O Worldometer

O Worldometer se define como um website [ou serviço] "administrado por uma equipe internacional de desenvolvedores, pesquisadores e voluntários com o objetivo de tornar as estatísticas mundiais disponíveis em um formato instigante e relevante no tempo para um amplo público ao redor do mundo. É publicado por uma pequena e independente empresa de mídia digital com sede nos Estados Unidos". Segundo o site também, "foi eleito um dos melhores sites de referência gratuita pela American Library Association (ALA), a maior e mais antiga associação de bibliotecas do mundo".

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit