Covid-19: Estados Unidos vacinarão pessoas imunocomprometidas com 2ª dose de reforço

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de outubro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O CDC (Centers for Disease Control and Prevention) dos Estados Unidos autorizou a aplicação de uma 2ª dose de reforço de uma vacina contra covid-19 para pessoas moderada ou severamente imunocomprometidas. Essa dose de reforço 2 deve ser aplicada 6 meses após a dose de reforço 1, que já está sendo aplicada para quem se vacinou com os imunizantes liberados no país, os da Moderna, da Pfizer ou da Janssen.

No caso da vacina da Janssen, cujo esquema vacinal se completa com uma dose única, se a pessoa tiver recebido a dose de reforço 1 da mesma marca, a dose de reforço 2 deve ser da Pfizer ou da Moderna. No caso destes dois últimos imunizantes, as quatro doses podem ser da mesma marca.

Segundo o Centro de Saúde Johns Hopkins, cerca de 9 milhões de pessoas (2% da população dos Estados Unidos) serão elegíveis para receber a 2ª dose de reforço.

No dia 21 de outubro, o CDC alertou que "mais de 65 milhões de americanos não foram vacinados, deixando-se - e seus filhos, famílias, entes queridos e comunidades - vulneráveis".

Entenda
Vacina Esquema vacinal Dose de reforço 1 Dose de reforço 2
Pfizer 2 doses, com intervalo de 28 dias 6 meses após a o esquema vacinal, com qualquer imunizante 6 meses após a dose de reforço 1, com qualquer imunizante
Moderna 2 doses, com intervalo de 28 dias 6 meses após a o esquema vacinal, com qualquer imunizante 6 meses após o esquema vacinal, com qualquer imunizante
Janssen Dose única 6 meses após a dose única, com qualquer imunizante 6 meses após a dose de reforço, não podendo tomar mais que duas doses da marca Janssen

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit