Covid-19: Alemanha entra para o grupo das nações com mais de 1 milhão de infectados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

26 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Com 21.576 novos casos de Covid-19 entre ontem e hoje, a Alemanha chegou hoje a 1.005.307 de infectados, dos quais 313.440 estão ativos. Destes, há 3.826 casos de pacientes que estão em estado grave nos hospitais.

Os dados são do website de estatísticas Worldometer.

Um pouco abaixo está o número divulgado pela JHU em sua última atualização, feita às 06:27 PM de hoje, que reporta em seu Painel da Covid que o país tem 1.005.193 de casos totais.

Com este número, a nação europeia se torna, assim, a 12ª a atingir e ultrapassar 1 milhão de casos, estando atrás apenas dos Estados Unidos, Índia, Brasil, Rússia, França, Espanha, Reino Unido, Itália, Argentina, Colômbia e México.

Situação piora na Rússia e na Itália

Em 5º lugar e 9º lugares, respectivamente, no ranking do total de casos no dia 17 de novembro, a Rússia ultrapassou a França e a Itália ultrapassou a Argentina nos últimos dias. Os dois países tem hoje, respectivamente, 2.187.990 e 1.509.875 infectados pelo Sars-Cov-2, a maioria já curados.

Os dados são do Worldometer - segundo o ranking da JHU, a Rússia continua atrás da França.

Governo alemão sugere que pessoas evitem contatos

Para tentar conter os casos crescentes de Covid no país, o governo alemão sugeriu na semana passada que os contatos entre as pessoas fossem mínimos. O assunto foi discutido entre os governos federal e estadual, que concordaram que continuar respeitando a fórmula já em vigor AHA + AL - a sigla alemã para máscaras faciais, higiene, distanciamento, Corona-Warn-App e ventilação dos ambientes - é essencial.

Segundo o governo, as pessoas não deveriam realizar ou ir a festas e deveriam limitar os encontros com amigos e familiares, bem como deveriam evitar qualquer atividade em áreas que fossem frequentadas por muitas pessoas.

Américas e Europa: os epicentros da pandemia

Entre os mais afetados, apenas um país, a Índia, não é das Américas ou Europa, o que significa que estes dois continentes são, há semanas, os epicentros da pandemia de Covid-19 no mundo.

E os próximos dois candidatos a entrarem nesta lista também são países destes continentes: o Peru tem hoje 9.954,459 contaminados e a Polônia tem 924.425, segundo dados do Worldometer.

Segundo o website também, o Peru registrou cerca de 1.900 novos casos/dia nos últimos dias e Polônia, cerca de 16.000, o que indica que o país europeu pode passar de 1 milhão de infectados nos próximos dias.

Já no Peru, com a crise política causada pela renúncia ou deposição de três presidentes em questão de duas semanas, os dados podem não estar corretos atualmente, já que na última semana de outubro a média diária era de 2.626 novos casos, quase o dobro da registrada nos últimos dez dias.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com