Coronavírus: testes dão "negativo" para brasileiros repatriados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de fevereiro de 2020

O Ministério da Saúde do Brasil anunciou no meio da tarde de hoje que todos os 58 brasileiros envolvidos na repatriação dos brasileiros que viviam na China estão livres do vírus e de sintomas relativos a qualquer doença. Todos eles estão em quarentena numa base militar de Goiás, onde ficarão por mais 15 dias, e passam por avaliações médicas periódicas. Júlio Croda, diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, informou que todas as medidas preventivas estão sendo tomadas, seguindo protocolos internacionais. "Foram realizados exames específicos para o novo coronavírus em todos, por precaução, inclusive com apoio dos órgãos internacionais”, disse.

Dois aviões da FAB voltaram ao Brasil no sábado, trazendo de volta cerca de 40 brasileiros que viviam no país asiático, após estes terem feito uma campanha no You Tube pedindo para ser "resgatados". A maioria deles vivia na região de Wuhan, cidade que é o epicentro da epidemia causada pelo 2019-nCov (renomeado hoje para COVID-19 pela OMS). Entre os 58, também estão as equipes de apoios - médicos, pilotos e outros profissionais - que participaram da operação.

O Brasil não tem, até agora, nenhum caso confirmado de infecção pelo COVID-19.

Notícias Relacionadas

Coronavírus: 2019-nCov é renomeado pela OMS para COVID-19

Coronavírus: brasileiros voltam ao Brasil

Coronavírus: brasileiros pedem para ser resgatados

Fontes

Operação Regresso: exames negativos de novo coronavírus para todos os envolvidos na missão, Ministério da Saúde, 11 de fevereiro de 2020.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati