Completa-se os 50 anos do início da Guerra dos Seis Dias

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Soldados israelenses na península do Sinai.
Foto: רפי רוגל.

5 de junho de 2017

O 5 de junho completa-se os 50 anos do início da Guerra dos Seis Dias que continua marcado o contexto geopolítico do Oriente Médio até hoje em dia. A Operação Foco por parte de Israel em 5 de junho foi o ato que oficialmente deu lugar à breve guerra.

Havia numerosas razões para o início da Guerra dos Seis Dias, mas aqueles que consideravam mais imediato são a concentração de militares, a consequente expulsão da Força de Emergência das Nações Unidas e o fechamento pelo Egito do Estreito de Tiran a navios mercantes israelenses, cortando assim o acesso ao porto israelense de Eilat e fechando a principal oferta de petróleo israelense do Irã.

Israel a vista desta, deu início à operação Foco na qual destruiu a maior parte da frota aérea egípcia. Israel conseguiu nos 6 dias de guerra, vencer muito surpreendentemente os países beligerantes superior a ele.

Israel anexou como resultado da guerra da Faixa de Gaza, a Península do Sinai (que foi devolvida ao Egito com o tratado de paz israelo-egípcio de 1979), Cisjordânia e as Colinas de Golã. Suas conseqüências têm perdurado até hoje com a ocupação dos territórios palestinos e o estabelecimento de colônias por parte de Israel em nesses territórios. A questão palestina tem sido objeto de numerosas negociações infrutíferas até hoje em dia.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati