Comissão diplomática europeia pode se reunir em Janeiro com as FARC

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de dezembro de 2005

Uma comissão encabeçada pelos embaixadores da França, Espanha e Suíça se reunirão com representantes das Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (FARC) com o fim de informar-lhes detalhadamente a respeito de uma proposta para uma possível aproximação com o Governo colombiano.

Segundo o noticiário televisivo da CM&, os governos dos três países facilitadores deram permissão a seus representantes diplomáticos para encontrar-se com os insurgentes: "Depois de acertar os detalhes com seus governos, os embaixadores das três nações européias que formam a comissão aceitaram reunir-se com as FARC para explicar a esse grupo guerrilheiro os pormenores da proposta de desmilitarização com vistas a um intercâmbio humanitário", informou o noticiário.

Carlos Lozano, presidente do Partido Comunista Colombiano e director do semanário Voz, disse ao CM&: "Eles [os líderes das FARC] estão interessados em conhecer os detalhes da proposta. É uma grande decisão, quando todos nós acreditávamos que iam dizer não, porque o Governo se adiantou a publicar a iniciativa dos países". Os diplomatas são o francês Camille Rohou, o espanhol Carlos Gómez-Mugica Sanz e o suíço Thomas Kupfer.

Ao que parece, o encontro deve ocorrer em janeiro próximo. Raúl Reyes, um dos principais chefes das FARC deve participar.

Ver também

Fontes