Cientistas recomendam que russos reduzam pela metade a ingestão de sal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

26 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Os russos precisam reduzir pela metade a ingestão de sal diária: de 12 gramas por pessoa para cinco, disse Alexander Baturin, chefe da pesquisa em nutrição ideal do Centro Federal de Pesquisa em Nutrição e Biotecnologia.

A norma de cinco gramas foi estabelecida pela Organização Mundial da Saúde.

Uma fatia de 300 gramas de pão contém cerca de cinco gramas, mas não é fácil para os industriais reduzirem esse número. Se a farinha tiver um baixo teor de glúten, uma diminuição no sal faz com que ele se esfarelhe ao fatiar, explicou o cientista.

Fontes de sal na dieta incluem também fatias de pepino e chucrute. "Um excesso dessa substância nos alimentos leva à obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e oncológicas," enfatizou Baturin.

Alimentos salgados podem ajudar a aumentar a pressão arterial. Na primavera na Rússia, a demanda pelo produto aumentou 20%.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com