Ciclone Shaheen deixou rastro de 17 mortos em Omã

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de outubro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
O ciclone sobre Omã no dia 03 passado

A passagem do ciclone Shaheen, de categoria 1, pelo Sultanato de Omã, com ventos de cerca de 140km/h e chuvas fortes, no final de semana passado deixou um rastro de destruição e morte. Mais de 1.700 casas foram afetadas por ventos e inundações só no estado de Batina Norte, enquanto as mortes em todo país podem chegar a 17. Outros prédios, como mesquitas e escolas, também foram atingidos e o Ministro da Educação anunciou hoje que a volta à aulas nas cidades de Suwaiq e Al Khaboura só acontecerá na próxima-quinta-feira.

Mais um corpo foi encontrado hoje fazendo o total de mortes chegar a 15, enquanto 2 pessoas ainda continuam desaparecidas, reportou o Times of Oman.

Além de destruir casas e causar mortes, o ciclone também danificou redes de energia e telecomunicações e estradas, principalmente em Batina Sul e em Batina Norte.

O Shaheen se formou na sexta-feira da semana passada a partir dos remanescentes do ciclone Gulab, que haviam entrado no Mar Arábico no dia 29. Devido a sua reorganização, o ciclone ganhou um novo nome, que foi dado pelo Departamento de Meteorologia do Catar.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit