Chris Evans critica Trump por comentário desnecessário sobre COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de março de 2020

Chris Evans

O ator norte-americano Chris Evans criticou duramente o Presidente dos Estados Unidos Donald Trump por sua reação à disseminação de coronavírus no país.

À medida que o COVID-19 continua a se alastrar, mais e mais líderes mundiais estão anunciando várias medidas destinadas a retardar a disseminação da doença. Todavia, Trump parece ir na direção contrária. Na tarde de domingo, 15 de março de 2020, o presidente dos EU pediu que os americanos relaxassem, assegurando inclusive para autoridades da área da saúde que seu governo tinha um “tremendo controle” da pandemia. No país, 61 pessoas já morreram e mais de três mil já foram infectadas pela doença. "Todos nós vamos ficar ótimos”, disse o presidente.

Porém, por outro lado, membros dos conselhos de saúde emitiram um comunicado informando que a situação é, sim, grave e preocupante e está à frente de todos, inclusive com vários comércios e estabelecimentos culturais sendo fechados.

Cada vez mais críticas estão sendo feitas a Trump devido às repetidas garantias do presidente em relação à pandemia, juntamente com o fato dele evitar assumir qualquer responsabilidade. No dia 15, após uma coletiva de imprensa na qual o presidente rapidamente entregou a fala ao vice-presidente, Mike Pence, antes de deixar o palco, o próprio Chris Evans, interprete do Capitão América, juntou-se ao coro de vozes frustradas.

O presidente simplesmente saiu do palco depois do seu pronunciamento desconexo sem responder a uma pergunta sequer. Os Estados Unidos querem uma resposta. Os Estados Unidos querem liderança. Os Estados Unidos não querem um presidente que foge do palco durante uma crise e deixa Mike Pence [vice-presidente do país] falar sozinho […]

—Chris Evans

Não é a primeira vez que Evans critica Trump, o ator criticou o presidente por seu relacionamento com o Presidente da Rússia Vladimir Putin e por seus comentários sobre as mudanças climáticas.

Notícias Relacionadas

Fontes