China acusa os EUA de tentar impedir seu desenvolvimento

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A China acusou os EUA de tentar impedir seu desenvolvimento por meio de novas sanções contra autoridades contrárias a autonomia de Hong Kong. O embaixador dos EUA em Pequim foi chamado ao Ministério das Relações Exteriores, onde foi questionado.

O vice-ministro Zheng Zeguang disse ao embaixador Terry Branstead que a ameaça de sanções e a abolição de privilégios no comércio com Hong Kong não estão relacionadas à democracia e à liberdade neste território semi-autônomo, mas são uma tentativa de restringir o desenvolvimento da China.

"Quero alertar estritamente os Estados Unidos que a intimidação e injustiça para com a China terá um contra-ataque decisivo, e as tentativas dos EUA de impedir o desenvolvimento da China estão fadadas ao fracasso", disse o vice-ministro, segundo comunicado divulgado pela mídia estatal.

O presidente Donald Trump assinou a lei que reconhece autonomia de Hong Kong na terça-feira, bem como um decreto confirmando uma decisão anterior de abolir o tratamento preferencial de Hong Kong, mas não da China continental.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit