Chamas na Capital da Rússia por explosão de gasoduto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de maio de 2009

Moscou (br)/Moscovo (pt), Rússia

Um incêndio produzido por um gasoduto parou a tranquilidade da noite moscovita perto da avenida Michurinsky. Segundo as autoridades locais, as chamas alcançaram 200 metros acima da cidade.

De acordo com Yuri Luzhkov, prefeito da cidade, ainda não foi relatado pessoas mortas e não chegou a acreditar nos relatados devido ao abastecimento de gás que foi interrompido, mas pelo menos cinco pessoas ficaram feridas pelo fogo, um dos que sofreu queimaduras em 35% do corpo. O prefeito acrescentou que a causa do fogo poderia ser "um aumento na pressão gerada na canalização gerou a explosão subterrânea", embora ele pode muito bem acontecer de maneira intencional.

As chamas começaram pouco depois de 00:30 (20:30 do sábado GMT). Pela manhã, o fogo havia sido controlado, as chamas quase atingiram os 20 metros. O Ministério de Emergências da Rússia descreveu o incêndio na categoria 5, a mais alta escala. Foram enviados 35 unidades de bombeiros para combater as chamas.

"Todos os nossos esforços são orientados no sentido de reduzir a temperatura em torno do centro do incêndio", disse Alexander Chupriyan, vice-ministro de situações de emergência. Também previu que o fogo se apagará por completo no meio-dia. Birukov, adjunto do prefeito acrescentou que o sistema de energia da cidade não vai ser afetado pelo fogo. No entanto, a empresa municipal de telecomunicações informou que 80.000 pessoas perderam suas conexões telefônicas, já que o fogo queimou cabos subterrâneos.

As autoridades de transportes encerraram o tráfego na zona circundante, incluindo a Michurinsky, uma grande via rodoviária que liga os subúrbios com Moscova no centro da cidade. Cerca de 25 veículos estacionados sem ocupantes foram danificados pelo fogo, enquanto que dezenas de residentes registaram a ocorrência de câmeras de vídeo.

O incêndio não colocou em risco a blocos de apartamentos nas proximidades. O fogo afetou dois edifícios administrativos adjacentes, mas não o próximo prédio residencial que está localizado 500 metros de distância.

Incêndios como este são cada vez mais frequentes na área da antiga União Soviética, devido ao envelhecimento da estrutura de transportes de combustíveis, onde não tem sido realizado manutenção ou se tem sido remodelada em décadas. As autoridades dizem que os preparativos para o Festival da Canção de Eurovision 2009, que decorre durante o próximo fim de semana, não verão afetados.

Fontes