COVID-19: pandemia volta a preocupar Europa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de setembro de 2020


Escócia e País de Gales impuseram, anteontem, restrições à entrada de viajantes vindos de Portugal: todos os que chegarem do país, terão que passar por uma quarentena - e tudo porque Portugal é um dos países europeus que mais viu os casos de Covid-19 aumentarem nos últimos dias.

Também estão no grupo dos que estão tendo uma piora na pandemia a França - que fechou 22 escolas esta semana, poucos dias depois do início do ano escolar - a Espanha - onde uma plataforma já junta 30 mil nomes para que o governo permita o ensino domiciliar - e a Itália - onde houve 1.695 novos casos em apenas 24 horas.

Segundo o ECDC (European Centre for Disease Prevention and Control) em seu Resumo Semanal - Semana 35, além dos países acima, também tiveram um incremento nos casos ultimamente a Croácia, Estônia, Hungria, Lituânia, Eslováquia, Eslovênia, República Tcheca e Reino Unido.

De acordo com o Centro também, a Europa tem atualmente 2.337.151 casos confirmados e 182.632 mortes por Sars-Cov-2.

Taxa de infecção por país nos últimos 14 dias

Os cinco países europeus, de acordo com o ECDC, que mais tiveram casos nos últimos 14 dias são:

  1. Espanha: 240,6 por 100 mil habitantes
  2. França: 111,6/100 mil
  3. Croácia: 94,1/100 mil
  4. Malta: 88,7/100 mil
  5. Romênia: 83,6/100 mil

Países europeus com mais contaminados

Os cinco países que têm o maior número acumulado de infectados são:

  1. Espanha: 498 989
  2. Reino Unido: 342 351
  3. França: 309 156
  4. Itália: 274 644
  5. Alemanha: 248 997

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com