COVID-19: eleições na Bolívia podem ser prorrogadas após descoberta de corpos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

23 de julho de 2020

Há cada vez mais dúvidas sobre o plano da Bolívia de realizar eleições em setembro devido ao aumento das mortes pelo novo coronavírus. Segundo o The Guardian, a polícia recuperou os corpos de centenas de supostas vítimas de Covid-19.

Nos últimos cinco dias, uma unidade policial especial encontrou 420 corpos em ruas, veículos e residências na capital, La Paz, e na maior cidade da Bolívia, Santa Cruz, informaram autoridades nesta terça-feira (21). Acredita-se que entre 80% e 90% deles tinha o vírus.

As eleições programadas para setembro eram vistas como um passo importante na estabilidade demoncrática na Bolívia, após um ano de tumulto político que atingiu seu auge em novembro, quando Evo Morales foi forçado a renunciar à presidência.

No entanto, esta semana, um comitê que assessora o Ministério da Saúde sobre medidas de contenção de surtos disse numa carta enviada a Salvador Romero, presidente do Supremo Tribunal Eleitoral do país, que realizar as eleições conforme programado não seria aconselhável por causa da rápida disseminação do vírus. “Para planejar atividades como uma eleição, é necessário aguardar que a curva epidemiológica de casos ativos tenha uma diminuição sustentada por um período de 14 dias", aconselhou o comitê.

A Bolívia registrou quase 2.300 mortes confirmadas pelo Covid-19, embora se acredite que o número real seja maior.

O tribunal eleitoral, que ainda não comentou a carta, decide a data das eleições com o endosso do congresso, atualmente dominado pelo partido Movimento pelo Socialismo (MAS). O grupo foi liderado por Morales, que foi forçado a renunciar à presidência após protestos por uma eleição que observadores internacionais disseram ter sido marcada por irregularidades.

Notícia Relacionada

Fonte

Domínio Público Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da PanARMENIAN.
Este texto pode ser utilizado desde que seja Atribuído corretamente aos autores e ao sítio oficial
.
Veja os termos de uso (copyright) na página da PanARMENIAN
Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com