COVID-19: Itália reabre fronteiras em 3 de junho

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de maio de 2020

A Itália começou a suspender as restrições impostas na pandemia de COVID-19 a partir de hoje (18), mas regras rígidas devem ser seguidas em hotéis, restaurantes e praias.

Medidas rigorosas estão em vigor na Itália desde o início de março. O governo italiano estabeleceu diretrizes gerais para a reabertura do país, mas cada região pode adotar suas próprias restrições, dependendo da situação.

O governo de Giuseppe Conte pode fechar áreas novamente a qualquer momento, no caso de um aumento nos casos de COVID-19. A primeira morte ocorreu em 21 de fevereiro e desde então, de acordo com estatísticas da Universidade Johns Hopkins, mais de 31.700 pessoas morreram na Itália devido ao vírus, a terceira maior taxa do mundo.

Os italianos agora podem sair às ruas novamente, se usarem máscaras e luvas. Além disso, todas as lojas poderão reabrir ao público. A distância de pelo menos um metro deve continuar sendo mantida e apenas um número limitado de pessoas pode entrar nas lojas por vez.

Os italianos também podem voltar a bares, restaurantes e salões de beleza, mas os clientes e proprietários devem usar máscaras o tempo todo. Em relação ao turismo, pode-se viajar dentro da região que já vive. Viagens do exterior só serão permitidas a partir de 3 de junho.

Os serviços religiosos serão retomados, mas só um público limitado poderá participar. Escolas, universidades, cinemas e teatros permanecerão fechados por enquanto.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com