Câmara dos Representantes cancela sessão por ameaça de ataque em Washington

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos cancelou a sessão desta quinta-feira, 4, depois de a Polícia do Capitólio ter alertado hoje para uma possível conspiração de uma milícia de extrema direita para assaltar o edifício, tal como aconteceu a 6 de Janeiro quando apoiantes do antigo Presidente Donald Trump invadiram o Congresso.

A Câmara tinha na agenda a votação de um projecto de reforma da polícia. Grupos de extrema direita fizeram circular uma informação falsa, assente numa teoria de conspiração, de que o antigo Presidente Trump seria empossado a 4 de Março para um segundo mandato.

"O Departamento de Polícia do Capitólio dos Estados Unidos está ciente e preparado para qualquer ameaça potencial aos membros do Congresso ou ao complexo do Capitólio", assegurou a corporação em comunicado, no qual adiantou estar a trabalhar com agências locais, dos Estados e federais "para impedir quaisquer ameaças ao Capitólio".

"Levamos a informação de inteligência a sério", concluiu a polícia sem revelar mais detalhes.

Recorde-se que depois do assalto ao Capitólio a 6 de Janeiro, o Departamento de Justiça acusou mais de 300 pessoas. Entretanto, o Senado mantém, até agora, a sessão que deve começar a analisar a proposta de ajuda financeira no valor de 1,9 bilhões de dólares como forma de aliviar o impacto da pandemia nas famílias e negócios, bem como fundos para a reabertura de escolas e vacinas.

Entre os que foram detidos estavam membros de grupos de extrema direita chamados Oath Keepers, Three Percenters e Proud Boys.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit