Bush diz que os EUA estão em guerra com fascistas islâmicos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira do Brasil
Outras notícias sobre os Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos

11 de agosto de 2006

Nesta quinta-feira (10) em Wisconsin, o Presidente dos EUA George W. Bush comentou a notícia sobre a descoberta pela polícia britânica de um plano terrorista de grandes proporções e que visaria aviões que fazem a rota EUA-Reino Unido.

Bush disse o seguinte: "As prisões recentes sobre as quais nossos colegas cidadãos estão tomando conhecimento agora são um severo lembrete que esta nação está em guerra com fascistas islâmicos que usarão qualquer meio para destruir aqueles dentre nós que amam a liberdade a fim de prejudicar nossa nação".

O Presidente americano agradeceu o governo britânico por ter atrapalhado a ação dos terroristas: "Quero agradecer o governo de Tony Blair e as autoridades do Reino Unido pelo seu bom trabalho na descoberta desta conspiração".

George W. Bush disse que o EUA estão mais seguros do que antes dos ataques de 11 de setembro de 2001, mas ainda não totalmente seguros: "Este país está mais seguro do que estava antes de 11 de setembro. Tomamos muitas precauções para proteger o povo americano. Mas obviamente, não estamos ainda completamente seguros, porque há gente que ainda planeja e gente que quer prejudicar-nos por causa daquilo em que acreditamos. É um erro acreditar que não há nenhuma ameaça aos Estados Unidos da América".

Bush pediu compreensão e ajuda das pessoas que viajam: "Pessoas que viajam serão incomodadas como conseqüência dos passos que tomamos. Eu apelo para a paciência delas e peço a elas para serem vigilantes. A inconveniência é... ocorre porque tomaremos as medidas necessárias para proteger o povo americano".

Referências