Brasil: começa campanha de coleta de DNA de parentes de pessoas desaparecidas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Esta semana, entre os dias 14 e 18, parentes (de preferência filhos ou outros de 1º grau) de pessoas desaparecidas em todo Brasil podem procurar os órgãos de coleta de DNA indicados em cada um dos Estados e no Distrito Federal para fim de doação de uma amostra de DNA.

Lançada em maio passado, a Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas é uma inciativa que tem, segundo o Ministério da Justiça, o objetivo de dar "respostas céleres para os casos de desaparecimento no país, especialmente de crianças".

Objetos da pessoas desaparecida, como como escova de dentes, escova de cabelo, aparelho de barbear, aliança, óculos, aparelho ortodôntico, dente de leite, amostra de cordão umbilical, entre outros, também podem ser entregues nos pontos de coleta para que o DNA do desparecido seja extraído.

O familiar deverá apresentar, no local da coleta, um documento de identificação e o Boletim de Ocorrência (BO) do desaparecimento, além de ter que assinar um Termo de Consentimento.

Saiba mais aqui.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit