Biden e Putin trocam farpas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Depois do presidente dos Estados Unidos (EU) Joe Biden chamar o presidente russo Vladimir Putin de "assassino" e dizer que ele iria "pagar um preço" pela recente interferência nas eleições presidenciais estado-unidenses, hoje Putin respondeu: "Na história de cada povo, de cada Estado, há muitos acontecimentos duros, dramáticos e sangrentos. Mas, quando classificamos outras pessoas, outros Estados ou outros povos, é como se olhássemos em um espelho. Sempre vemos a nós mesmos".

Ele também desejou saúde a Biden.

A tensão cresceu entre os dois países após a prisão do opositor russo Alexei Navalny há cerca de um mês e após um relatório dos serviços secretos dos EU concluir que Putin autorizou operações de influência para minar a confiança nas eleições e acentuar as divisões sociais nos EU com o objetivo de prejudicar Biden e ajudar Donald Trump.

Em 2017, um relatório também provou que Trump havia sido favorecido na disputa pela Casa Branca contra Hillary Clinton por uma campanha ordenada por Putin (leia mais aqui).

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit