Austrália reduzirá a entrada de refugiados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A pandemia de coronavírus levou a Austrália a reduzir sua aceitação anual de refugiados de 18.750 para 13.750, com efeito imediato. Documentos oficiais sugerem que os cortes no programa humanitário economizarão quase US $ 700 milhões.

A Austrália tem uma longa história de aceitação de deslocados para reassentamento. Desde 1945, já deu abrigo a mais de 800.000 refugiados. No entanto, o governo afirmou que as consequências financeiras da pandemia o forçaram a cortar a cota anual em 5.000 pessoas.

O Conselho de Refugiados da Austrália chamou o anúncio de "Terrivel".

“Provavelmente esperávamos que houvesse alguma redução no curto prazo”, disse o presidente-executivo Paul Power. “O que não esperávamos era que o governo cortasse o programa nos próximos três anos e usasse isso como uma medida de economia de orçamento.”

A Austrália fechou suas fronteiras para estrangeiros, incluindo refugiados e migrantes, para conter a propagação do COVID-19 em março de 2020.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com