Austrália fornece residência permanente ao povo de Hong Kong

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de julho de 2020

A Austrália anunciou que fornecerá a aproximadamente 10 mil cidadãos de Hong Kong a oportunidade de solicitar residência permanente quando o passaporte atual expirar. Essa é uma das ações da Austrália em resposta à Lei de Segurança Nacional imposta pela China.

O ministro interino da imigração, Alan Tudge, disse em entrevista à Australian Broadcasting Corporation neste domingo (12) que os candidatos a residência permanente devem passar por testes de caráter e segurança nacional.

Tudge disse que o risco de prisões arbitrárias está aumentando, enfatizando que, se alguém puder provar que é realmente perseguido, poderá solicitar um visto de asilo humanitário. Mais cedo, a Austrália também anunciou sua suspensão de acordos de extradição com Hong Kong.

Em resposta ao anúncio, Zhao Lijian, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, expressou forte condenação e afirmou que as medidas anunciadas interferiram nos assuntos internos da China, reservando ao país o direito de reagir.

A implementação forçada da Lei de Segurança Nacional em Hong Kong causou forte reação internacional. Além da Austrália, o Reino Unido propõe fornecer ao povo um passaporte com mais concessões de imigração, como direitos de acordo e naturalização.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com