Austrália anuncia novas medidas na luta contra o terrorismo islâmico

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

23 de fevereiro de 2015

Austrália

O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, anunciou hoje (23) que pretende alterar as leis de imigração e cidadania e reprimir quem promove a violência extremista, como parte do reforço da luta de seu país contra o terrorismo islâmico. “A ameaça terrorista aumenta no país e no exterior e torna-se mais difícil de combater”, ressaltou Abbott no quartel central da polícia federal australiana em Camberra, capital do país.

O chefe do Executivo anunciou a resposta do governo a um relatório que analisou a estratégia antiterrorista do país. Abbott disse que quer alterar as leis para revogar ou suspender a cidadania australiana às pessoas com dupla nacionalidade que estejam envolvidas em atos terroristas.

No caso dos cidadãos australianos, vai ser avaliada a possibilidade de suspender alguns dos direitos vinculados aos seus estatutos como “restrições a deslocamentos ao exterior ou eventual regresso à Austrália, assim como o acesso aos serviços consulares e às ajudas da segurança social”, disse.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati