Argentina abandona o Grupo de Lima

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reunião do Grupo de Lima no 2019

25 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Argentina anunciou nesta quarta-feira sua saída do Grupo de Lima, grupo dedicado a buscar uma solução pacífica para a situação venezuelana, considerando que as ações que promoveu não cumpriram sua missão.

Por meio de um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Argentina explica que considera que “as ações que o Grupo vem promovendo em âmbito internacional, visando isolar o Governo da Venezuela e seus representantes, não deram em nada”.

O texto indica que, ademais, a participação de um setor da oposição venezuelana “tem levado à adoção de posições que nosso Governo não pôde apoiar”.

“A Argentina continuará mantendo seu compromisso com a estabilidade da região e buscará direcionar soluções pacíficas e democráticas que respeitem a soberania e os assuntos internos de cada Estado”, encerrou o comunicado.

O governo do presidente argentino Alberto Fernández já havia anunciado em agosto de 2020 sua incorporação ao International Contact Group, outro conglomerado de países da região e da Europa que busca enfrentar a crise venezuelana.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit