Apesar dos ataques população de São Paulo está tranqüila

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de agosto de 2006

São Paulo —

A situação na maior parte das cidades do Estado de São Paulo é de relativa tranqüilidade, inclusive naquelas em que foram registrados os maiores ataques da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Ao contrário da primeira grande ofensiva do crime organizado em São Paulo ocorrida em maio, em que houve pânico e muito medo, desta vez as pessoas na medida do possível prosseguem com a sua rotina diária.

A população todavia, de modo geral, como da outra vez, responsabiliza os políticos e os governos estadual e federal pela crise na área de segurança pública.

Segundo a Agência Brasil, a situação do transporte na capital começa a voltar à normalidade e os usuários dos serviços de ônibus não enfrentam problemas de falta de condução. O fluxo de veículos é normal em toda a região central da cidade de São Paulo, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego e não ocorreram grandes congestionamentos.

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador. Veja a página de discussão para mais detalhes.

Fontes