Amsterdã vai investir em habitação a preços acessíveis

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de julho de 2017

Na quarta-feira passada (19), o conselho municipal da capital da Holanda, Amsterdã, aprovou a Agenda da Habitação de 2025. Os planos para novas construções incluem 40% de aluguel acessível e 40% de casas de "preço médio". Além disso, regras mais rigorosas devem ser introduzidas para a venda a casas de aluguel acessíveis por corporações de habitação.

A nova política é uma mudança substancial da atual norma de renda social de 30%. O adventista Laurens Ivens, do Partido Socialista da Holanda, disse à estação de TV local AT5 : "Se você deixar o mercado, os preços das casas irão completamente através do telhado. Nós queremos evitar isso e por isso, apresentamos propostas drásticas".

De acordo com o município, já existe uma escassez de habitação acessível e de preço médio. No início deste mês, a organização local de agentes imobiliários MVA informou que os preços das casas em Amsterdã aumentaram cerca de 20% dentro de um ano, o que é visto como um sintoma de um mercado imobiliário que está se aquecendo muito rapidamente.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati