Amsterdã vai investir em habitação a preços acessíveis

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de julho de 2017

Na quarta-feira passada (19), o conselho municipal da capital da Holanda, Amsterdã, aprovou a Agenda da Habitação de 2025. Os planos para novas construções incluem 40% de aluguel acessível e 40% de casas de "preço médio". Além disso, regras mais rigorosas devem ser introduzidas para a venda a casas de aluguel acessíveis por corporações de habitação.

A nova política é uma mudança substancial da atual norma de renda social de 30%. O adventista Laurens Ivens, do Partido Socialista da Holanda, disse à estação de TV local AT5 : "Se você deixar o mercado, os preços das casas irão completamente através do telhado. Nós queremos evitar isso e por isso, apresentamos propostas drásticas".

De acordo com o município, já existe uma escassez de habitação acessível e de preço médio. No início deste mês, a organização local de agentes imobiliários MVA informou que os preços das casas em Amsterdã aumentaram cerca de 20% dentro de um ano, o que é visto como um sintoma de um mercado imobiliário que está se aquecendo muito rapidamente.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati