Alemanha legaliza uso médico de cannabis

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de janeiro de 2017

Hoje, o parlamento alemão (Bundestag) aprovou uma lei para legalizar a droga cannabis para fins medicinais. A lei entrará em vigor em março.

"As pessoas seriamente doentes devem ser tratadas da melhor maneira possível", disse o ministro da saúde alemão Hermann Gröhe. Médicos podem prescrever maconha ou cannabis para pacientes que sofrem de esclerose múltipla, dor severa, perda de apetite ou náuseas devido tratamento da quimioterapia.

A lei não permite o uso de cannabis para fins recreativos. O custo da cannabis deve ser coberto pelo seguro de saúde. Os pacientes podem comprar extratos da cannabis em farmácia com a prescrição médica ou adquirir derivados sintéticos em outros países, embora a posse da droga em quantidades grandes não seja permitida.

O cultivo de cannabis deve ser monitorado pelo governo. A Alemanha juntou-se a outros países europeus, incluindo Áustria, Espanha, França, Itália, Portugal e Países Baixos para legalizar a droga em pequenas quantidades.

Em outubro, um paciente com esclerose múltipla de 53 anos mostrou que a cannabis era a única solução para reduzir sua dor, e o tribunal concedeu-lhe permissão para cultivar no máximo 130 plantas em um ano para uso pessoal. Os extratos de cannabis custam cerca de 15 euros (US$ 16,85) por grama.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati