Adolescente é esfaqueado no Sydney Royal Easter Show na Austrália

Fonte: Wikinotícias
A Sydney Royal Easter Show em 2013.
Imagem: Newtown Graffiti.

14 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Um garoto de 17 anos morreu e um garoto de 16 anos está em estado grave no hospital após uma briga no Sydney Royal Easter Show na Austrália, por volta das 20h, horário local.

De acordo com o inspetor de ambulâncias de Nova Gales do Sul, Mark Whittaker, o jovem de 17 anos, que trabalhava no evento, sofreu uma parada cardíaca após ser esfaqueado no peito na frente de seus pais. Os paramédicos realizaram RCP no adolescente antes de colocá-lo em uma ambulância. Ele morreu ao ser transportado para o Hospital Westmead. O jovem de 16 anos foi esfaqueado na perna e está em tratamento.

Um menino de 15 anos foi preso e levado para a Delegacia de Polícia de Auburn por desempenhar um pequeno papel no esfaqueamento, segundo a polícia. Ele portava uma faca.

Detetives da força de ataque ainda estão tentando rastrear outros envolvidos no esfaqueamento. Eles acreditam que o esfaqueamento não foi um ataque aleatório, mas sim um confronto planejado entre dois grupos.

A seção adulta do evento foi fechada para permitir que as equipes forenses inspecionassem a área.

O gerente, Murray Wilton, negou as alegações de que a segurança do evento falhou. Ele disse que era impossível verificar as mochilas de todos os visitantes e que eles decidiram realizar verificações aleatórias.

Os organizadores do evento prometeram que o reembolso total será oferecido para pessoas que não desejam mais participar do show.

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison deu suas condolências e disse: “Todos os nossos filhos irão ao Royal Easter Show. Meus filhos irão ao Royal Easter Show. Queremos que eles estejam seguros. Este é um evento muito angustiante. Violência […] não tem lugar neste país. Não tem lugar num evento onde as pessoas vêm para se divertir.”

A superintendente Danielle Emerton, da Força Policial de Nova Gales do Sul, garantiu às pessoas que o show ainda é seguro e pediu a ajuda do público para encontrar outros envolvidos no esfaqueamento. Ela disse: “Sabemos que havia milhares de pessoas no show ontem à noite”, pedindo a qualquer pessoa com informações sobre o incidente que se apresente.

Fontes