Acusado de estupro mata juiz e foge, nos EUA

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de março de 2005

Um homem em julgamento pelo crime de estupro, segundo informações de testemunhas, tomou a arma de uma policial feminina que estava próximo, entrou na sala de audiência e disparou na direção do juiz, Rowland Barnes, 64 anos e de sua estenógrafa, Julie Brandau, 43 anos, matando-os.
A guarda de quem Brians roubou a arma encontra-se em estado grave no hospital, mas tem chances de sobreviver. Isto aconteceu ontem, em um tribunal de Atlanta nos Estados Unidos. O supeito, Brian Nichols, tem 33 anos, estava no tribunal no quarto dia de seu julgamento por inúmeras acusações feitas por sua ex-namorada.

Depois de deixar o tribunal, roubou o carro de um dos repórteres e fugiu. Uma grande caçada teve início com a participação de helicópteros e centenas de policias. Foi oferecida uma recompensa de 60 mil dólares por qualquer informação que levasse a sua captura.

Segundo recentes notícias divulgadas pelos canais de televisão dos Estados Unidos, Nichols foi detido horas depois em Atlanta.

Fontes