ACNUR ajuda México a lidar com enxurrada de imigrantes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) está expandindo seus programas no México para ajudar este país a lidar com o crescente número de pedidos de asilo e auxiliar os solicitantes durante o processamento de seus casos.

O número de pessoas que procuram asilo no México aumentou dramaticamente nos últimos anos. A Comissão de Assistência a Refugiados do México afirma que entre 2014 e 2019 os pedidos de asilo registrados aumentaram de 2.000 para 70.000 por ano, um aumento de mais de 3.000%.

O ACNUR relata que os pedidos de asilo caíram significativamente na maior parte do ano passado devido ao fechamento de fronteiras devido à pandemia de COVID-19 e outras restrições de movimento.

No entanto, a porta-voz da agência, Aikaterini Kitidi, disse que os números aumentaram novamente no primeiro trimestre de 2021 para atingir um número recorde mensal de mais de 9.000 em março.

“A maioria dos pedidos de asilo está relacionada à violência que afeta centenas de milhares de pessoas em partes da América Central, incluindo ameaças, recrutamento forçado, extorsão, violência sexual e assassinato. Eles também são um indicador dos esforços significativos que o México está fazendo para oferecer proteção aos que fogem para salvar suas vidas”, explicou.

Kitidi diz que o ACNUR está trabalhando para reduzir o imenso acúmulo de pedidos de asilo e ajudando o México a expandir seus procedimentos de asilo, expandindo sua capacidade de registrar e processar casos.

“Nós aumentamos nossos próprios programas para ajudar os requerentes de asilo com suas reivindicações e para ajudar os refugiados reconhecidos a se integrarem nas comunidades que os hospedam. Entre outros, lançamos um programa inovador pelo qual os refugiados são reassentados e podem aproveitar as oportunidades de emprego e educação nas cidades do centro e norte do México”, acrescentou.

Ele também disse que o governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu ao ACNUR ajuda para ajudar a encerrar o programa Permanecer no México, instituído por seu antecessor Donald Trump.

Esta política de devolver requerentes de asilo não mexicanos ao México até que eles consigam uma nomeação perante um juiz de imigração dos EUA para apresentar seus casos foi duramente criticada por ativistas de direitos humanos, que alegam que ela expõe milhares de migrantes vulneráveis ​​à exploração, sequestro, extorsão e agressão sexual por gangues que operam em território mexicano.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit