Índia proíbe uso militar do Facebook e Instagram

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de julho de 2020

A liderança das Forças Armadas da Índia ordenou que soldados excluíssem suas contas do Facebook e proibiu o uso de mais 88 aplicativos, incluindo Instagram, Zoom, Nimbuzz e Helo.

Entre os bloqueados estavam 17 aplicativos de comércio eletrônico (em particular o AliExpress), blogs Reddit e Tumblr, vários aplicativos de notícias e serviços de música. Além disso, os soldados indianos agora estão proibidos de usar serviços de namoro (como Tinder, Happn e Badoo) para impedir seu recrutamento por espiões estrangeiros.

A lista de proibidos para uso também incluiu vários aplicativos chineses (incluindo TikTok, WeChat e UC Browser), anteriormente bloqueados pelo governo indiano. A restrição entrará em vigor em 15 de julho de 2020.

Segundo fontes, no passado recente, houve casos em que espiões estrangeiros usavam o Facebook para recrutar soldados indianos. No ano passado, a liderança do exército já alertou os soldados sobre espiões paquistaneses que criam páginas falsas em nome de mulheres nas redes sociais, incluindo Facebook, Twitter e Instagram. Ele recomendava não aceitar solicitações de estranhos, evitar sites suspeitos e não atender a chamadas de estranhos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com