Xi Jinping promete elevar investimento da China na América Latina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de janeiro de 2015

China

O presidente chinês, Xi Jinping, anunciou hoje (8) que o país fixou meta para elevar o investimento na América Latina até US$ 250 bilhões nos próximos dez anos. Em discurso diante dos presidentes do Equador (Rafael Correa), da Venezuela (Nicolás Maduro) e Costa Rica (Luis Guillermo Solís), Xi Jinping definiu esse investimento como um dos grandes objetivos para as relações entre as duas regiões, seguido do comércio bilateral que o líder chinês quer duplicarem uma década, chegando a US$ 500 bilhões.

"A China está disposta a trabalhar com a América Latina e o Caribe para criar uma nova plataforma de cooperação", destacou o presidente, em cerimônia no Grande Palácio do Povo, sede do governo chinês, perante delegações governamentais de 30 países da Comunidade de Estados Latino-Americanos e do Caribe (Celac). Ele informou que durante o 1º Fórum China-Celac vão ser elaboradas regras para o financiamento permanente desse novo mecanismo de diálogo, nascido por sua iniciativa.

O líder explicou que será assinada a "Declaração de Pequim", que definirá as diretrizes de cooperação entra a China e a Celac. Será também anunciado um plano para o período 2015-2019, de cooperação em áreas como segurança pública, comércio, investimento, finanças, infraestrutura, energia, recursos, indústria, agricultura e ciência.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati