Wuhan suspende restrições à pandemia de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de março de 2020

Habitantes de Wuhan comprando máscaras


A cidade de Wuhan suspenderá as restrições impostas a 11 milhões de habitantes em 8 de abril, após cinco dias consecutivos sem infecções. A cidade chinesa onde o COVID-19 surgiu, e causou 2524 mortes, implementará uma série de medidas graduais para retornar à normalidade.

Isso será possível para os habitantes da província de Hubei que possuem um código verde, concedido a pessoas que demonstram que não tiveram contato com pessoas infectadas com COVID-19. Para isso, as pessoas devem provar que estão saudáveis através de um teste. Da mesma forma, a atividade comercial será reativada lentamente, aplicando os mesmos protocolos de precaução.

O confinamento em massa começou em 23 de janeiro, quando as autoridades emitiram um aviso informando aos moradores de Wuhan que eles permanecessem em suas casas obrigatoriamente, não deixassem a província sem permissão e todo o transporte público seria suspenso. A Organização Mundial da Saúde (OMS) descreveu o fechamento como "sem precedentes na história da saúde pública".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com