Voto da ministra Cármen Lúcia torna Bolsonaro inelegível por oito anos

Fonte: Wikinotícias

30 de junho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Como esperado, a Ministra Cármen Lúcia declarou o ex-presidente Jair Bolsonaro inelegível, decretando seu destino político pelos próximos oito anos. "Estou acompanhando" [o voto do relator], disse, "condenando o investigado". Com o voto de Cármen o placar ficou em 4x1 - e por maioria simples, 4 votos dos 7 ministros tornariam o ex-presidente inelegível.

Ainda votarão hoje Nunes Marques e Alexandre de Moraes.

Desde ontem analistas apontavam que Bolsonaro deveria se tornar inelegível com os votos de Cármen Lúcia e Alexandre de Moraes, ambos alvos de seus principais ataques enquanto o ex-mandatário promovia sua reeleição em 2022, muito antes da abertura do período de propaganda eleitoral. O jornalista Josias de Souza opinou no UOL ontem que a condenação de Bolsonaro já estava "consumada".

Os votos

Como votaram os ministros pela ineligibilidade até aqui?

  • Benedito Gonçalves: sim pela ineligibilidade
  • Raul Araújo: não
  • Floriano de Azevedo Marques: sim
  • André Ramos Tavares: sim
  • Cármen Lúcia: sim

Notícias Relacionadas

Fontes