Venezuela rompe relações com a Colômbia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de novembro de 2007

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou que a Venezuela rompeu relações com a Colômbia. "Enquanto o presidente Uribe, um presidente que é capaz de mentir descaradamente, de desrespeitar outros presidentes", estiver no poder, "não terei qualquer tipo de relação, nem com ele nem com o governo da Colômbia",[1] disse Chávez.

O imbróglio iniciou-se com a decisão do presidente Álvaro Uribe, de finalizar a mediação de Chávez na troca humanitária de reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) por guerrilheiros detidos.

O embaixador venezuelano em Bogotá foi chamado para consultas. A Colômbia decidiu por não chamar seu embaixador em Caracas.

Encontro do Equador

Nesta sexta-feira, ambos os presidentes acabarão por encontrar-se, em Quito, na cerimônia de instalação da Assembléia Constituinte do Equador.

Ver também

Fontes

Notas