Vírus infecta cambojanos que foram em missão da ONU

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Ministério da Saúde do Camboja confirmou hoje quatro novos casos de coronavírus, todos membros de uma força militar do Camboja que estava estacionada no país africano do Mali em uma missão de manutenção da paz das Nações Unidas (ONU). Os três homens e uma mulher eram membros de uma equipe que havia trabalhado na remoção de minas terrestres. Eles estavam entre os 80 membros que chegaram ao Camboja no dia 10 de julho.

Desde 2006, o Camboja enviou mais de 6.000 soldados para participar de trabalhos de desminagem e engenharia nas operações de manutenção da paz da ONU no Oriente Médio e África.

Autoridades explicaram que os desdobramentos são em parte uma gratidão por uma maciça operação de manutenção da paz de 1992-1993 da ONU no Camboja, que supervisionou a transição da guerra civil para a estabilidade política.

O Camboja confirmou 202 casos de coronavírus sem mortes. Não houve casos recentes de transmissão local. Todos os novos casos envolveram chegadas do exterior.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit