Usuário da Wikipédia é condenado a 2 anos de prisão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

8 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O juiz Yevgeny Bregan, do Tribunal Distrital de Brest, em Moscou, condenou o usuário da Wikipédia Pavel Pernikov a 2 anos de prisão sob a acusação de desacreditar a Bielorrússia (artigo 369-1 do Código Penal da República da Bielorrússia). Isso foi relatado pelo centro de direitos humanos “Viasna.”

Yevgeny Bregan acusou Pernikov de triplicar o descrédito da Bielorrússia ao publicar "informações conscientemente falsas" na Wikipédia russa.

A investigação descobriu que ele corrigiu o artigo “Lista de mortes associadas a protestos na Bielorrússia (2020-2021)” na parte sobre a morte de Gennady Shutov e na introdução do artigo. Nele, Pernikov apontou que o Ministério da Administração Interna e as autoridades da república não reconheceram a responsabilidade por uma única morte dos manifestantes.

Além disso, ele foi acusado de adicionar a informação que “em 20 de outubro de 2004, Veronika Cherkasova, jornalista do jornal de oposição, foi morta em Minsk” no artigo “Censura na Bielorrússia.” Segundo a promotoria, como o artigo sobre o assassinato de Cherkasova já está na enciclopédia, adicionar informações sobre ela ao artigo sobre repressões está desacreditando o Estado.

Além disso, ele foi acusado de publicar um artigo no site da organização de direitos humanos “Sociedade Internacional para os Direitos Humanos” sobre tortura e morte em locais de detenção da Bielorrússia, mas a promotoria afirma que não houve tortura.

Pavel não negou que fez mudanças, mas não admitiu culpa.

Pavel Pernikov participou do projeto sob o codinome Pr12402. Costumava corrigir temas sociopolíticos e musicais em vários idiomas, fazendo 84.000 edições.

Fontes