Uruguai e Brasil empatam em 1 a 1

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

31 de março de 2005

Em uma emocionante partida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de Futebol da FIFA, Brasil e Uruguai empataram, nesta quarta-feira, 30 de março, em 1 a 1. O jogo foi no Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai. O árbitro foi o argentino Héctor Baldassi que contou com o auxílio dos assistentes Cláudio Rossi e Sergio Cagni, também da Argentina. O jogo foi bastante equilibrado, com bastante marcação exercida pelas duas equipes e arrancadas em alta velocidade.

No primeiro tempo, o Brasil começou atacando mais, todavia sem levar muito perigo. O Uruguai equilibrou mais a partida por volta dos 10 minutos. Aos 17 minutos, o centro avante uruguaio Fórlan cabeceou forte para a meta brasileira, mas o goleiro Dida do Brasil fez uma defesa espetacular e impediu o Uruguai de marcar o gol.

O Brasil respondeu aos 25 minutos, numa cobrança de falta de Roberto Carlos. O goleiro uruguaio não foi capaz de segurar a bola e ela voltou, todavia, nenhum jogador brasileiro aproveitou o rebote. O uruguaio Zalayeta ficou de frente para a meta brasileira aos 43 minutos e chutou com meia força, para o goleiro brasileiro Dida realizar mais uma boa defesa.

No segundo tempo, o jogo continuou equilibrado e foi bastante corrido. Logo aos 3 minutos o uruguaio Oliveira chutou forte, o goleiro Dida não conseguiu segurar, o atacante uruguaio Forlán aproveitou o rebote e sozinho mandou a bola para dentro da rede brasileira, e fez o primeiro gol.

Aos 22 minutos veio o gol da equipe brasileira. O brasileiro Ronaldinho Gaúcho, após cobrança de escanteio, jogou a bola na área uruguaia, ela desviou no brasileiro Lúcio e foi parar nos pés de Luisão que chutou. O goleiro uruguaio Vieira não foi capaz de segurar a bola e o brasileiro Emerson aproveitou para empatar o jogo. No lance pareciam estar impedidos alguns brasileiros, inclusive o jogador Emerson, que fez o gol, mas nada foi assinalado pelo árbitro ou seus assistentes.

O jogo continuou equilibrado e movimentado até o final e ficou mesmo em 1 a 1. Continua mantido o tabu de 29 anos de a seleção brasileira não vencer o Uruguai em Montevidéu.

Fontes

Atualizado em 11 de junho de 2006 por Carlosar. Troca de categoria. Para maiores informações veja o histórico.
Atualizado em 10 de junho de 2006 por Slade. Troca de categoria. Para maiores informações veja o histórico.