Tufão Haishen atinge Japão com ventos de 175km/h

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram


O tufão Haishen está atingindo o sudoeste do Japão com ventos de cerca de 175km/h, classificado como um tufão de categoria 2 (C2). Entre os dias 04 e 05 de setembro, no entanto, ele era chamado de super-tufão, com ventos de 250km/h e classificação C5.

O Haishen - chamado de Kristine nas Filipinas - seguirá depois rumo à Península Coreana, onde deve atingir a Coreia do Sul amanhã com ventos menores, de cerca de 150km/h, seguindo depois para a Coreia do Norte e o sul da China, enquanto perde intensidade. No entanto, a embaixada dos Estados Unidos em Seul usou seu Twitter para alertar, horas atrás, sobre "ventos e chuvas fortes", enquanto, segundo a BBC, a Central de Medidas de Segurança e Desastres a Coréia do Sul emitiu um alerta 4 para a tempestade, o mais alto dos alertas.

De acordo com a BBC também, no Japão 200 mil pessoas receberam avisos para evacuar a área, principalmente nas lhas Kyushu, e os voos domésticos foram suspensos em toda região.

A história da tempestade

o Haishen se formou no dia 30 de agosto passado numa área no Leste no Mar das Filipinas, então apenas como uma tempestade com ventos de cerca de 50km/h. Condições como alta temperatura fizeram, no entanto, com que ele fosse ganhando força e entre a noite do dia 03 de setembro e a tarde de 4 de setembro, ele foi classificado como C5, um super-tufão com ventos de 250km/h. Ainda no mar, ele começou a perder força definitivamente na noite de 05 de setembro, quando os ventos baixaram de 200km/h e ele foi classificado como C2.

Os dados são do satélite Zoom Earth.

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com