Tribunal de SP garante a VEJA manter gravação do PCC que cita José Genoíno

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de setembro de 2006

Brasil

O Tribunal de Justiça de São Paulo garantiu à Revista Veja o direito de publicar em seu website gravações feitas pela polícia em que supostos integrantes da facção criminosa PCC estariam a recomendar voto em José Genoíno, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Inicialmente a revista tinha sido intimada a retirar todas as alusões a Genoíno na reportagem sobre o PCC que foi publicada na edição número 39 de 16 de agosto. Esta tinha sido a decisão da Juíza Camila de Jesus Gonçalves Pacífico, da 1ª Vara Cível de Pinheiros, que entendeu que não havia elementos concretos para provar a existência do suposto elo entre a organização criminosa e o PT.

Contudo, o Tribunal de Justiça de São Paulo revogou a decisão da Vara de Pinheiros e com isso a Veja tem garantido o direito de manter na revista e no seu website todo o material sobre a referida reportagem.

Fontes