Três em cada cinco casas portuguesas construidas antes de 2009 têm baixa eficiência energética

21 de novembro de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Segundo a Agência Portuguesa de Energia (Adene), três em cada cinco casas portuguesas construídas antes de 2009 apresentam grandes deficiências em termos de eficiência energética. De acordo com o estudo apresentado dia 18 deste mês, as casas mais antigas são as mais ineficientes – em especial as construídas entre 1970 e 1990. Só entre as que foram construídas a partir do ano de 2000 é que há percentagens expressivas de habitações mais eficientes (classe B- ou superior). Ainda o mesmo estudo refere que para melhorar o cenário, seria necessário um investimento total de cerca de 500 milhões de euros, a serem recuperados em oito anos, investidos essencialmente na colocação de painéis solares e na melhoria do isolamento das habitações.

Os autores referem ainda que apesar da eficiência das medidas, um dos maiores entraves são a resistência psicológica dos proprietários, algo que necessita de mudar rapidamente.

Fontes