Temporal deixa estragos e mortes em Santa Catarina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de novembro de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Enchente em Itajaí/SC

As chuvas dos últimos dias em Santa Catarina deixaram 120 mortes em todo o estado e mais de 38 mil desabrigados (Mas já chegou a 78 mil pessoas) e desalojados segundo dados da Defesa Civil do estado.

Três helicópteros, um do exército e outros dois da Polícia Militar estão ajudando nos resgates das vítimas em Blumenau.

Cerca de 31 pessoas ainda estão desaparecidas em Santa Catarina.

O governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira disse que a reconstrução das cidades atingidas pelas chuvas podem levar meses. Silveira comentou que é desolador ver cidades inteiras serem engolidas pela água. O governador disse também que os prejuízos das enchentes serão superiores ao do Furacão Catarina, em 2004.

Os municípios de Balneário Piçarras, Canelinha,Indaial, Penha, Paulo Lopes, Presidenete Getúlio e Rancho Queimado decretaram situação de emergência. Já Blumenau, Brusque, ILhota, Luiz Alves, Itajaí, Rodeio, Itapoá, Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento, Camboriú e Benedito Novo decretaram estado de calamidade pública.

Áreas mais afetadas pelas enchentes em Santa Catarina

Os municípios de São Bonifácio, Garuva, Luiz Alves, São João Batista, Benedito Novo, Itapoá, Rio dos Cedros e Pomerode ficaram isolados durante as enchentes.

Vários trechos de rodovias que dão acesso as regiões afetadas ficaram bloqueadas devido a deslizamentos de terra caudados pelos temporais.

Em Itajaí, casas e supermercados vêm sendo saqueados por moradores locais.


Fontes