Talibã ocupa Cabul enquanto o presidente Ghani foge do país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

16 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

No domingo, os talibãs se mudaram para Cabul, a capital afegã. Os relatórios dizem que eles tomaram o palácio presidencial. A mudança ocorre quando o presidente afegão Ashraf Ghani fugiu de Cabul, possivelmente para o Tajiquistão ou Uzbequistão, de acordo com o The Independent.

De acordo com o relatório anterior da BBC, o porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, disse que o Talibã havia sido ordenado a entrar em partes de Cabul por motivos de segurança, já que as forças de segurança haviam saído recentemente. Ele disse: "Nossas forças estão entrando em Cabul com toda cautela" e que os militantes foram orientados a não ferir o público ou entrar em suas casas.

Os Estados Unidos responderam mobilizando 5.000 soldados para ajudar a remover seu pessoal da embaixada e os afegãos que os ajudaram, enquanto cerca de 600 soldados britânicos foram destacados para fins semelhantes, afirmou a BBC. Outros países estão em processo de remoção de seus próprios cidadãos do país.

Os Estados Unidos se retiraram recentemente do Afeganistão após quase 20 anos de ocupação. O presidente dos Estados Unidos Joe Biden disse que "a interminável presença americana no meio do conflito civil de outro país" não poderia ser justificada. Muitos civis afegãos também fugiram recentemente para Cabul para escapar do crescente controle talibã, com o Talibã controlando a maior parte do território do país. Muitos moradores fugiram para o aeroporto da cidade para deixar o país, incluindo alguns que abandonaram seus carros em engarrafamentos e optaram por caminhar em seu lugar.

Fontes[editar | editar código-fonte]