Suspeito preso pelo assassinato de toda a equipe iraquiana de taekwondo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de setembro de 2009

Autoridades do Iraque anunciaram a prisão em Anbar de um homem suspeito de seqüestrar e matar todos os quinze membros da equipe nacional de taekwondo. Os quinze esportistas foram emboscados em maio de 2006.

A equipe viajava em comboio para a Jordânia para participar de um treinamento quando foram detidos por homens armados. Os restos mortais de treze deles foram recuperados perto da rodovia no ano seguinte e os outros dois permanecem desaparecidos. O ataque ocorreu perto Khalidiyah entre Fallujah e Ramadi.

Comandos dos Estados Unidos e forças iraquianas fizeram a detenção conjunta em 24 de setembro e foi anunciado ontem. Não há detalhes sobre o suspeito liberado, mas ele é relatado de ter possíveis ligações com outros ataques terroristas. Os militares dos Estados Unidos não indicaram em seu anúncio como eles identificaram o suspeito. Parentes das vítimas disseram que estão satisfeitos com a notícia. "Nós ainda estamos sobrecarregados de tristeza e amargura, mas a prisão de um dos assassinos vai trazer algum alívio para nós", disse o primo vítima, Ahmed Ali Hussein Ali Hamid.

Jogadores e os funcionários foram freqüentemente atacados pelos insurgentes em 2006 e 2007. De acordo com o Chelsea Carter, ao escrever para a Associated Press, o assassinato da equipe de taekwondo "se tornou um dos símbolos da anarquia no Iraque durante o seu pior ano de violência sectária".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati