Suposto fantasma de Michael Jackson no corredor da casa de Neverland é falso, diz a imprensa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de julho de 2009

Segundo a imprensa, imagens feitas pela rede de TV dos Estados Unidos CNN, onde aparece sombra supostamente do cantor Michael Jackson, morto no dia 25 do mês passado, não é o cantor e sim uns dos funcionários que cuidam da casa em Neverland (em português, Terra do Nunca). Umas das ilustres para câmera, que aparece no momento do suposto fantasma do cantor, foram responsáveis pela sombra que levou a crer se fosse de Jackson.

Em 2 de junho, Miko Brando, filho do ator Marlon Brando (1924-2004) e um dos melhores amigos de Jackson, convidou a equipe da CNN em umas das casas da Neverland, onde o cantor viveu por 17 anos, que estava abandonado (segundo a mídia estadunidense, a propriedade foi vendida por cerca de US$ 35 milhões de dólares à Sycamore Valley Ranch Company LLC no fim de 2008).

Durante uma matéria sobre o rancho Neverland, que foi ao ar ao vivo no Larry King Live Show, uma semana após a morte do astro, um vulto apareceu num dos cômodos da famosa mansão. O repórter, nem câmera, Larry King, que conversa com Jermaine, irmão do astro durante o programa, perceberam.

Dias depois, quando o trecho do vídeo foi postado no popular site de vídeos YouTube, é que fãs do músico começaram a levantar a hipótese de estarem vendo o fantasma do astro.

No momento dos fatos, revelou-se que Jackson queria ser enterrado no rancho, mas pelas leis do Estado da Califórnia, sudoeste dos Estados Unidos, não é permitido.

Quando a suposta aparição circulou pelo mundo, a própria CNN diz que não pode ser o fantasma do cantor e sim instalaram ilustres e lâmpadas no local e que um homem apareceu no local em que levou a falsa aparição.

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador. Veja a página de discussão para mais detalhes.

Fontes